Untitled Document

Osteartrose (desgaste) da Articulação do Joelho

Entendendo o que é  osteoartrose ou osteoartrite (desgaste) do joelho.

Se você sofre prolongadamente de dores no seu joelho, é bem provável que você esteja sofrendo de desgaste em sua articulação. Esta doença é causada pela deterioração da cartilagem articular de revestimento do osso do joelho.

Os dois tipos mais comuns de artrite do joelho são a osteoartrite e a artrite reumatóide. Outras causas são a necrose pós trauma, necrose avascular ou perda de suprimento sanguíneo para a articulação do joelho.

Osteoartrose ou Osteoartrite
O tipo mais comum de artrite do joelho é osteoartrose que é o desgaste (ver figura).
A osteoartrite é uma doença progressiva, degenerativa em que a cartilagem do joelho desgasta lentamente. A cartilagem serve como uma capa entre que reveste os ossos. Nossas articulação apresenta esta capa para permitir o deslizamento sem atrito entre um osso e outro. Porém, quando a cartilagem da articulação do joelho desgasta devido à osteoartrose, a dor e a inflamação resultante pode ser debilitante.
Figura abaixo demosntrando um desenho com as alterações degenerativas.

 


Suas chances de osteoartrose do joelho aumentam com a idade, a condição mais freqüente afeta pessoas de meia-idade e idosos. Esta doença pode aparecer à entre as idades de 30 e 40, embora os sintomas podem não estar presentes nas fases iniciais. Com a idade de 70 anos, quase todo mundo vai ter algum grau deste tipo de doença no joelho.

Causas
A causa de uma artrose do joelho não foi ainda respondida. Lesões prévias no joelho parecem aumentar o risco de osteoartrose, mas muitas pessoas com artrite do joelho nunca tiveram uma grave lesão de sua articulação. A osteoartrose é a forma mais comum de artrite, e muitas pessoas têm uma predisposição genética a esta doença crônica.

Sintomas
Os principais sintomas da osteoartrose são a dor no joelho, assim como inchaço e rigidez articular. Essas dores passam de uma fase que que apareciam somente aos grandes esforços, depois aos médis esforços e finalmente evoluem aos pequenos esforços. Visto que nos estágios iniciais a dor pode estar associada principalmente com a atividade, com o passar do tempo a cartilagem se desgasta e os ossos friccionam uns contra os outros e a dor pode se tornar mais grave e constante, interferindo em atividades diárias normais e o perturbar o sono.

Tratamento
Nos estágios iniciais, o tratamento pode envolver diversas técnicas.
Comportamentais e mudanças de estilo de vida, incluindo perda de peso e mudança da rotina para evitar situações de dor pode ser muito eficaz no alívio da dor. Os analgésicos como Tylenol ou anti-inflamatórios não-esteróides (AINEs) como o ibuprofeno ou Naproxeno também podem proporcionar alívio da dor. A Fisioterapia tem importante papel no tratamento da osteoartrose do joelho. Reforços musculares e alongamentos estão indicados para estes casos. Porém, não se deve sobrecaregar a articulação para não haver piora do queadro doloroso e evolução mais rápida da doença. A hidroginástica e/ou hidroterapia são terapêuticas muito importantes sob a supervisão de um orientador assistindo a sessão.

Órteses pode corrigir mau alinhamento.

Em casos selecionados podemos prescrever palmilhas especiais para corrigir os desvios de eixo (joelho torto para dentro ou joelho toro para fora), porém estas palmilhas são úteis nos casos iniciais de osteoartrose
A glucosamina/condritina oral ou injeção de ácido hialurônico podem lubrificar o joelho e reduzir a dor e inchaço da articulação. A injeção de corticosteróide também pode ser usada para reduzir a dor e, neste processo um agente anti-inflamatório é injetado diretamente na articulação.

Artroscopia ou cirurgia de substituição total ou parcial do joelho pode ser necessária quando a doença progride e a atividade diária torna-se mais comprometida.

A Artrite Reumatóide
Ao contrário da artrose, a artrite reumatóide do joelho envolve a inflamação do revestimento da articulação, conhecida como a membrana sinovial. Embora menos comum que a osteoartrose, artrite reumatóide é uma das mais debilitantes dessas formas de artrite. A artrite reumatóide geralmente se desenvolve na meia idade, mas pode ocorrer entre os 20 e 30 anos.Também existem casos desta doença na forma juvenil que é muito debilitante e limitante ao paciente já pode aparecer na infância.

Causas
A causa exata da artrite reumatóide ainda são desconhecidas. É  possível que um vírus ou bactérias podem desencadear a doença em pessoas com predisposição genética para a artrite reumatóide. Muitos médicos pensam artrite reumatóide é uma doença auto-imune em que o tecido do forro  é atacado pelo sistema imunitário.  É também possível que a artrite reumatóide seja causada por um estresse severo. A doença, por vezes, ocorre após um evento de mudança de vida, como divórcio, perda de um emprego ou um ferimento grave.

Sintomas
Os principais sintomas da artrite reumatóide incluem dor e inchaço nas articulações e dificuldade para movimentar o local acometido, principalmente as pequenas articulações. Outros sintomas podem incluir perda de apetite, febre, fraqueza, anemia e nódulos reumatóides (caroços sob a pele).

Tratamento
O tratamento da artrite reumatóide geralmente envolve medicamentos como anti-inflamatóriso não esteróides (AINEs) e analgésicos. Em casos graves, a cirurgia pode ser indicada para substituir a articulação do joelho por uma articulação artificial.

Alternativas de Cirurgia do Joelho
Antes de decidir sobre uma cirurgia no joelho você pode tentar várias alternativas para aliviar a dor e a inflamação em seu joelho. Dentre estas alternativas destacamos:

1-Mudança do estilo de vida
A primeira alternativa à cirurgia do joelho é a modificação do estilo de vida. Isto pode incluir perda de peso e evitar atividades físicas de sobrecarga como corrida. Cuidados para não fazer exageros no trabalho, além de outras mudanças em sua rotina diária para reduzir o estresse sobre o joelho.

2-Terapia Física e Exercícios. Exercícios e fisioterapia podem ser prescritos para melhorar a força e a flexibilidade. Pode-se incluir exercícios de fortalecimento, como andar de bicicleta, bicicleta ergométrica e exercícios de alongamento como flexionar o tornozelo para cima e para baixo (como acelerador), contraindo os músculos da coxa, levantar a perna reta. Alguns exercícios básicos seguem abaixo:

Exerícios Isometricos para o joelho:
2.1-Contraia os músculos na parte dianteira e traseira da coxa. Segure cinco segundos e relaxe. Repita 10 vezes.

2.2-Com a perna esticada elevar perna reta, retirando da  cama cerca de 15 centímetros (cm). Segure 5 segundos e relaxe. Repita 10 vezes.

2.3-Com a perna esticada. Deite-se do lado não operado, levantando a perna
aproximadamente 15 cm acima da cama. Segure 5 segundos e relaxe. Repita 10 vezes. Estes exercícios poderão ser feitos de manhã e de tarde.

2.4-Com a perna esticada, deite-se do lado operado. Levantar a perna de aproximadamente 15 cm acima da cama. Segure 5 segundos e relaxe. Repita 10 vezes.

2.5-Com a perna esticada, deite-se de barriga para baixo. Levante a perna aproximadamente 15 cm acima da cama. Segure 5 segundos e relaxe. Repita 10 vezes.

3. Amplitude de movimento (mexer o joelho):
Comece a amplitude passiva de movimento utilizando a perna não-operada, depois repita com a operada.
Sente-se na borda da cama ou da cadeira e dobre seu joelho até 90 graus.

4. Extensão (esticar o joelho):
Coloque um travesseiro ou almofada abaixo do tornozelo da sua perna operada. Force seu joelho para esticá-lo. Realize este exercício 3 vezes ao dia durante 10 minutos ou mais. Repita 3 vezes ao dia.
O exercício pode fortalecer os músculos das pernas e reduzir sua dor. Se você realmente precisa de uma cirurgia no joelho, isso pode não ajudar, mas muitas formas de dor no joelho podem ser atenuadas pelo exercício físico.

5-Dor e Medicamentos anti-inflamatórios. A dor da artrite é causada por inflamação no joelho como o atrito dos ossos uns contra os outros devido a cartilagem desgastada. Redução da dor e inflamação do tecido no joelho pode proporcionar alívio temporário da dor e postergar a cirurgia no joelho. Para a maioria dos pacientes, Tylenol é um medicamento  seguro, medicamentos anti-inflamatórios (não-esteróides anti-inflamatórios ou AINEs) como o ibuprofeno ou Naproxeno pode também proporcionar alívio da dor e inchaço, além de outas medicações amplamente utilizadas nestes casos. A injeção de corticosteróide também pode ser usado para reduzir a dor e, pois é um poderoso agente anti-inflamatório injetado diretamente na articulação.

6-Glucosamina e Condroitina. Um suplemento dietético chamado glucosamina e condroitina pode melhorar a mobilidade e diminuir a dor nos casos de osteoartrose do joelho. É pensado que as substâncias glucosamina e sulfato de condroitina pode retardar a deterioração da cartilagem da articulação, reduzindo a dor de osso no osso, porém isto ainda carece de comprovação científica. O que realmente se sabe é que elas reduzem a dor em articulações degeneradas, em até um certo limite da doença. Ambos são moléculas que ocorrem naturalmente no corpo. A glucosamina é pensado para promover o crescimento de nova cartilagem e reparo de cartilagem danificada, enquanto a Condroitina é acreditado para promover a retenção de água, melhorando a elasticidade da cartilagem e também para inibir as enzimas que destroem a cartilagem. Muito importante também é a associação destes condroprotetores com o Metilsulfonilmetano (MSM). O MSM é uma substância presente nos principais constituintes de nosso corpo, principalmente nos tendões e nas cartilagens. Este produto tem sido usado para o tratamento da dor decorrente dos processos degenerativos. No mercado internacional existe a associação de todos estes componentes em um só produto, já disponível em nosso meio.

7-Hidratação comum
Embora medicações e suplementos possam ser úteis na redução da inflamação e dor e ajudá-lo a adiar ou evitar uma cirurgia no joelho. As terapias medicamentosas podem ter efeitos colaterais sistêmicos (em todo o oranismo), e há um limite para o quanto a redução possa ocorrer.

8- Hialuronato ou ácido hialurônico. Estes produtos são utilizados para o tratamento da dor no joelho com  osteoartrose, em pacientes que não conseguiram obter uma melhora adequada com analgésicos simples ou com exercícios e terapia física.

Uma solução feita de hialuronato de sódio altamente purificada é usada neste processo, já que a osteoartrose reduz a sua capacidade sinovial para proteger e lubrificar a articulação..  O ácido hialurônico é feito de uma substância natural encontrada no corpo e é encontrado principalmente em altas concentrações no tecido articular e nos (líquido sinovial), líquidos que preenchem as articulações.

A aplicação do ácido hialurônico deve ser realizado por injeção intra-articular, sendo uma aplicação por semana por 3 a 5 semanas, dependendo do caso. A série de injeções pode durar um ano e ser repetida a cada ano. Em nossa clínica, no Hospital Ortopédico dispomos destes produtos para serem amplamente utilizados nos pacientes, porém respeitando a precisa indicação médica. Isso ajuda a re-lubrificar o seu joelho e reduzir a dor da osteoartrite, possivelmente atrasando ou ajudando a evitar uma cirurgia.

9-Joelheiras. A joelheira pode ser usada para fornecer estabilidade externa na articulação do joelho. As joelheiras são dispositivos feitos de plástico, metal, couro e / ou espuma e são destinadas a estabilizar uma articulação, reduzir a dor e a inflamação e fortalecer os músculos ao redor do joelho.

10-Prótese total do joelho
A substituição total do joelho envolve cortar o osso danificado da articulação do joelho e sua substituição por uma prótese. Esta  prótese impede que os ossos se atritem e melhora a dor..
Se você estiver considerando uma cirurgia no joelho a informação seguinte substituição total do joelho pode ajudar você a entender melhor o processo de substituição do seu joelho.
Seus joelhos trabalham duro durante a sua rotina diária e a artrite de joelho ou de uma contusão no joelho pode tornar difícil para você realizar tarefas normais. Se a sua lesão degenerativa é grave e avançada, você pode começar a sentir dor quando você  sentar-se ou tentando dormir. Às vezes, uma substituição total do joelho é a única opção para reduzir a dor e restabelecer um nível de atividade normal.

10.1-Implantes e componentes
No procedimento de substituição total do joelho, cada prótese é composta de difenrentes peças. O componente tibial tem dois elementos e substitui a parte superior da tíbia. Esta prótese é composta de uma bandeja de metal ligados diretamente ao osso e um espaçador de plástico que fornece a superfície de rolamento.
O componente femoral substitui a parte inferior do osso da fémur. Esse componente também substitui o sulco onde a patela se encaixa.
O componente patelar substitui a superfície da patela que entra em atrito com o fêmur. Em alguns casos utilizamos uma prótese sem a necessidade de recapeamento da patela.

10.2-O Processo
Você pode ter uma injeção que fará com que a perna fique dormente por muitas horas após a cirurgia e assim tire a dor. Na sala de operação você será colocado anestesia.
Uma vez que o cirurgião vai começar por fazer uma incisão na perna para permitir o acesso à articulação do joelho. Em seguida, expor os medidas da articulação e o local de corte. Logo após, as próteses de prova serão utilizadas para permitirem que o cirurgião corte o osso precisamente para que a prótese se encaixe perfeitamente no local definitivo.

10.2-Colocação da prótese
Isso começa com a prótese tibial, que é cimentado no local usando cimento ósseo especial. Em seguida, o componente metálico é cimentada ao fêmur. O espaçador plástico é então anexado à bandeja tibial. Isso é conhecido como uma revisão. Finalmente a patela pode ser poupada ou trocada. A patelas dolorosas são trocadas. A incisão é fechada, um dreno é colocado dentro, e os curativos pós-operatório é aplicado.

10.3-Retorno para casa
Você será mantido por 5 a 7 dias no hospital. Poderá ter alta quando você puder sair da cama sozinho e andar com um andador ou muletas.
Em casa, você deve começar a deambulação com apoio, conforme tolerado. Manter o local da incisão limpo e seco e observe com atenção todos os sinais de infecção.

Seus objetivos de reabilitação a longo prazo são uma amplitude de movimento de 0 a pelo menos 90 graus de flexão do joelho, pouca ou nenhuma dor ao andar e em outras atividades funcionais e independência em todas as atividades da vida diária.

Ao longo do tempo, a superfície de plástico se desgasta e uma cirurgia adicional é necessária para substituir os implantes gastos.

Prevenção das Complicações

Em uma pequena porcentagem de pessoas como com todos os principais procedimentos cirúrgicos, complicações podem ocorrer com a substituição do joelho. Estes riscos incluem inchaço, infecção, hemorragia, dor persistente, distúrbios vasculares e circulatórias, neurológicas, coágulos de sangue, os riscos da anestesia e até a morte em raros casos. Sua condição médica e de saúde geral contribuem para o potencial de complicações.
Além disso, listamos os passos que você paciente pode tomar para prevenir a sua ocorrência.
Tromboflebite ou coágulo de sangue
Esta condição também é conhecida como trombose venosa profunda (TVP), e ocorre quando grandes veias da perna de formar coágulos sanguíneos e, em alguns casos, se alojam nos capilares do pulmão causando embolia pulmonar (EP) que pode ser fatal. Enquanto a flebite (ou inflamação das veias da perna) não é rara, a incidência de embolia pulmonar fatal (ou coágulos de sangue para os pulmões) foi quase totalmente eliminada. As seguintes medidas são tomadas para evitar complicações do joelho devido a coágulos sanguíneos:
 Exercícios no pé e tornozelo aumentam a circulação sanguínea e aumentam o retorno venoso do sengue da perna após a cirurgia.
 
Medicações anti-coagulantes são prescritos após a cirurgia para se evitar estas complicaçoes tão graves.

Muito Impotante: Se você apresentar inchaço, vermelhidão e/ou dor na musculatura da panturrilha, dor no peito ou falta de ar, seu médico deve ser informado imediatamente pois alguma complicação grave pode estar se desenvolvendo.
Infecção

Embora todos os cuidados são tomados antes e durante a cirugia, as infecções ocorrem em uma pequena percentagem dos pacientes após as cirugias de prótese. Graças ao uso de antibióticos, cirurgia rápida e uma equipe cirúrgica estéril, a taxa de infecção é baixa. A avaliação odontológica para a presença de abscesso ou infecção dentária é importante antes da cirurgia.

Pneumonia
Porque os pulmões tendem a se tornar "preguiçosos”, como resultado da anestesia, as secreções  na base dos pulmões podem levar à congestão pulmonar e pneumonia. Os passos seguintes são tomadas para minimizar esta complicação.
 1-Exercícios de respiração profunda: pacientes devem respirar profundamente e tossir qualquer secreções a cada hora após a cirurgia enquanto estiver acordado.
 2-A rigidez do joelho:Em alguns casos a mobilidade do joelho após a cirurgia pode ser significativamente restringida e você pode desenvolver uma contratura na articulação que fará com que apareça rigidez durante a caminhada ou outras atividades da vida diária. Os seguintes passos devem ser tomados para melhoraar a amplitude de movimento após a cirurgia:
 Terapia Física começa no dia pós-cirúrgico para começar a série de exercícios de movimentos e caminhadas. Controlar o edema para reduzir o inchaço (gelo, meia de compressão e elevação das pernas).
Controle adequado da dor para que você pode tolerar o regime de reabilitação.

Graças ao seu joelho novo, você será capaz de fazer muitas das atividades que você não fazia antes de sua cirurgia no joelho com pouca ou nenhuma dor. A maioria das pessoas com as próteses podem fazer passeios, natação, caminhadas leves, ciclismo de lazer, dança de salão e subir escadas sem dificuldade. Atividades habituais tais como limpeza, jardinagem, dirigir e são incentivadas.

Mantenha seu peso ideal
Aumento das forças no joelho pode levar a um desgaste ou folgas. Seu peso correlaciona diretamente com a quantidade de força na articulação do joelho.

Precauções Infecciosas
precauções contra infecções são importantes para evitar complicações na articulação artificial. Você deve tomar os comprimidos de antibiótico antes de qualquer procedimento invasivo, como tratamento dentário ou estudos de endoscopias gastro-intestinais.

Visitas periódicas
Pacientes que receberam prótese total de joelho deve vir ao seu médico periodicamente após a cirurgia. Isso varia dependendo do indivíduo. Esta visita de acompanhamento, ajuda a diagnosticar eventuais intercorrências que possam surgir e nos permite acompanhar os resultados das próteses totais do joelho.

Atividades a serem evitadas
Mesmo que o seu nível de atividade tende a aumentar, uma cirurgia de substituição do joelho significa que as atividades de alto impacto devem ser evitados. Você deve definitivamente evitar correr ou praticar jogos de impacto, esportes de contato, esportes de saltar e aeróbica de alto impacto.
Você também deve tentar evitar caminhadas vigorosas, agressivas, jogar tênis ou levantamento de peso na academia.  A maneira mais segura de exercícios aeróbicos são bicilcleta ou natação porque essas atividades apresentam pouca demanda sobre a articulação do joelho.

Quanto tempo o implante tem durabilidade
Esta é a pergunta mais realizada no consultório do joelho em se tratando de próteses. A média total do joelho atualmente dura 10-20 anos antes que os componentes se desgastem, porém isto depende muito do implante a ser utilizado. A cirurgia para a troca dos implantes são chamadas de cirurgia de revisão e isto deve ser evitado. Os avanços significativos nos materiais  ampliaram a sobrevida dos materiais a longo prazo.